17/02/2010

Meu vizinho

Meu vizinho é velho
Daqueles com o pensamento atrasado

Ele é feio
Como quem está sempre de mau humor

Ele não diz ´Bom dia!´ e quando diz, diz quase pra dentro
Como se fosse gastar uma cota de ´Bom dias!´ de algum recipiente interno

Ele bate as coisas (rs), não sei ao certo o que
Daqui, parece um passarinho se batendo contra as grades de uma gaiola

Até pudia abrir a porta
Mas sei que vou encontrar tudo apagado e vazio.

2 comentários:

Alessandra Rossi disse...

Que texto mais lindo! Pequenino e tão cheio de significados. Dos dias de hoje, de ontem e por que não de amanhã?! É preciso aceitar certas realidades qdo modificá-las, não nos pertence. É uma espécie de humildade, de direito do outro, do sagrado tempo divino que o cronológico não sabe compreender, mas cabe absorver como ensinamento.

# Farley zoom # disse...

Vivemos em um mundo fechado, um mundo só nosso...Ao comprimentarmos alguem perguntamos "Tudo bom com você?"mas nao ligamos para a resposta do individuo, nao sabemos o nome nem desse tal de vizinho.
é algo estranho

parabens pelo texto

aahh

postei la no meu ja, fazia tempo que nao escrevia

beijos